Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 31


31

REESTRUTURAÇÃO DO PROCESSO DE DOAÇÃO DE TECIDO OCULAR EM UM HOSPITAL DO SUL DO BRASIL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores:
Elaine Cristina Novatzki Forte (elainecnforte@gmail.com) (Universidade Federal de Santa Catarina) ; Fernanda Uller (Secretaria Municipal de Saúde de Itajaí) ; Janeine Campagnaro (Hospital Bom Jesus de Mafra) ; Silvana da Silva Wagner (Central de Transplantes em Santa Catarina)

Resumo:
Introdução: Os avanços científicos, tecnológicos, organizacionais e administrativos têm resultado no aumento significativo do número de transplantes (PRADO, 2013). Objetivo: Relatar a reestruturação do processo de doação de tecido ocular em um hospital do sul do Brasil. Método: Relato de experiência desenvolvido por enfermeiras que atuaram diretamente nesse processo. Resultados: As mudanças geradas com a reestruturação do processo de captação de tecido ocular estão relacionadas a: - implantação da Notificação de Óbito; - a presença constante de um oftalmologista para captação foi resolvida pela capacitação de enfermeiras; - a abordagem familiar antes realizada em qualquer espaço da instituição, agora com sala específica da comissão de transplantes; - implementação de campanhas de doação e educação permanente. Com as mudanças, o processo de captação de tecido ocular diminuiu drasticamente, houve aumento da viabilidade do tecido e maior aceitação por parte das famílias dos doadores. O reflexo se seu no aumento substancial no número de doações, zerando a fila de doadores na região, contribuindo com a doação para outras regiões do estado, melhorando a qualidade do acolhimento familiar. Conclusão: O novo modelo de captação de tecido ocular deve ser um processo contínuo de aperfeiçoamento visto que é um permanente desafio para todos os profissionais envolvidos. Esse modelo gerou uma melhoria significativa do processo de doação de tecido ocular, pois reduziu a lacuna entre a concepção do ato de enuclear do formato anterior, bem como propiciou um melhor acolhimento familiar. Contribuições para a Enfermagem: A atuação do enfermeiro noutras áreas pode garantir mais qualidade e contribuir para o sucesso de determinados procedimentos. A presença da enfermagem em todas as etapas da doação e transplante é um diferencial, é essencial e colaborativa.


Referências:
PRADO, R. T. Banco de Tecidos Oculares Humanos: atuação dos enfermeiros. Dissertação (Mestrado em Enfermagem). Universidade Federal de Juiz de Fora, 2013. SC TRANSPLANTES. Estatísticas 2016. Disponível em: . Acesso em 27 abr. 2017.