Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 42


42

Cobertura vacinal contra Hepatite B em alagoas nos últimos 5 anos (2012-2016)

Autores:
Ewely Larisse Ferreira de Oliveira (ewelylarisse@hotmail.com) (Centro Universitário Tiradentes) ; Ana Lícia Barbosa Lima (Centro Universitário Tiradentes) ; Bruna Stefany Castro Santos (Centro Universitário Tiradentes) ; Sara Silva dos Santos Ferreira (Centro Universitário Tiradentes) ; Vitória Santos Silva Ferreira (Centro Universitário Tiradentes) ; Ana Paula Miyazawa (Centro Universitário Tiradentes)

Resumo:
A Hepatite B é uma doença infecciosa viral, contagiosa, causada pelo vírus da hepatite B (HBV), podendo apresentar-se como infecção assintomática ou sintomática, aguda ou crônica. É transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas, transfusão de sangue e derivados contaminados, transmissão vertical, entre outras. A vacinação contra a hepatite B é recomendada para menores de um ano de idade, a partir do nascimento, preferencialmente nas primeiras 12 horas após o parto, crianças e adolescentes entre um a 19 anos de idade. A imunização é realizada em três doses, com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose e de seis meses entre a primeira e a terceira dose. Tem como objetivo identificar cobertura da vacina Hepatite B no período de 2012-2016. Onde foi realizada pesquisa quantitativa com dados disponibilizados pelo portal DATASUS. Os resultados apresentados neste estudo segurem que o estado de Alagoas tem o conhecimento de combater essa doença infecciosa viral, mas que em 2016 houve uma queda significativa quando comparado aos outros anos, assim não sendo suficiente para atingir a imunização adequada a toda a população. Portanto de acordo com os dados, a cobertura vacinal atingiu um elevado número da população nos anos estudados, mas torna-se necessário reforçar as formas de prevenção, educação em saúde e divulgação sobre vacinação e a doença.


Referências:
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. A, B, C, D, E de hepatites para comunicadores / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. - Brasília : Ministério da Saúde, 2005. DATASUS, Tabent. Portal da saúde; Ministério da Saúde. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 25 de Abril de 2017.