Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 73


73

ENSINO DAS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Autores:
Jussara Gue Martini (jussarague@gmail.com) (Universidade Federal de Santa Catarina) ; Eleine Maestri (Universidade Federal da Fronteira Sul)

Resumo:
Os conteúdos relativos às Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) constituem-se em necessidades eminentes nos currículos, frente à preocupação com sua magnitude, elas são compreendidas como uma grande ameaça à saúde, à economia e à sociedade. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo estudo de caso único (YIN, 2010), analítico, exploratório, com o objetivo de descrever os componentes curriculares que abordam o ensino das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) em um curso de graduação em enfermagem de uma universidade pública do sul do Brasil. O estudo incluiu dados documentais do projeto pedagógico de curso e de onze planos de ensino e entrevistas individuais ou coletivas com quinze estudantes e onze professores. Para ordenação e organização dos dados, foi utilizada a análise de conteúdo de Bardin (2011) com três etapas: a pré análise, a inferência e a interpretação. Os resultados foram organizados em duas categorias: critérios de seleção dos conteúdos e fragilidades na seleção dos conteúdos de DCNT, apontando que para que ocorram mudanças no processo de formação do enfermeiro é indispensável propor reflexões sobre a docência, construindo estratégias que levem à redução do distanciamento entre o ensino e os serviços, presentes em boa parte da prática de ensino na graduação em enfermagem (SILVEIRA, PAIVA, 2011). O estudo traz elementos para uma reflexão crítica sobre a formação, além de despertar para a concepção e indução de planos curriculares direcionados aos problemas e necessidades de saúde da população. Conclui-se que considerando as diretrizes curriculares, que objetivam um processo de formação que atenda às demandas epidemiológicas e os princípios do SUS, acreditamos que os cursos de graduação em Enfermagem precisam incorporar as políticas de saúde, bem como articularem os planos de ensino e projetos pedagógicos ao Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento da Doença crônica não transmissível no Brasil (BRASIL, 2011).


Referências:
BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2011. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no Brasil 2011-2022. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. - Brasília: Ministério da Saúde, 2011. 160 p: il. - (Série B. Textos Básicos de Saúde) SILVEIRA, CA., PAIVA, SMA. A evolução do ensino de Enfermagem no Brasil: uma revisão histórica Cienc Cuid Saude 2011 Jan/Mar; 10(1):176-183 YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.