Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 111


111

BUSCANDO VIVER INTENSAMENTE: EXPERIÊNCIA DE MULHERES APÓS DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE MAMA

Autores:
Octavio Muniz da Costa Vargens (omcvargens@uol.com.br) (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) ; Carla Marins Silva (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) ; Ana Luiza Barreto Zapponi (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) ; Carolina de Mendonça Coutinho E Silva (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) ; Gabriella Novaes de Andrade (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

Resumo:
INTRODUÇÃO: O diagnóstico de câncer de mama e seu tratamento é um evento estressante com importantes consequências em todos os aspectos da vida da mulher. A experiência de câncer de mama reverbera através de todos os aspectos da vida das mulheres, afetando a auto identidade, as rotinas diárias e o grupo familiar e social(1). OBJETIVO: analisar a experiência vivida de mulheres brasileiras no diagnóstico e tratamento de câncer de mama, no contexto de seu grupo social. METODOLOGIA: pesquisa descritiva, qualitativa baseada na Grounded Theory. Os dados foram obtidos por entrevistas semiestruturadas, com 11 mulheres que tiveram diagnóstico de câncer de mama pelo menos 1 ano antes. RESULTADOS: as mulheres, que vivem após um diagnóstico e tratamento do câncer de mama, enfrentam duas fases diferentes. Primeiramente manter-se viva, nada mais importa. Conviver com o fantasma da morte fez com que percebessem que estão vivas. O segundo é quando elas se percebem plenas e livres por viver uma vida social de uma maneira que nunca fizeram antes. Verifica-se que a experiência do diagnóstico de câncer de mama possibilitou o amadurecimento das mulheres e a revisão de todos os conceitos de sua vida, assumindo novos valores pessoais e começando a viver intensamente. Veem sua inserção social também em uma perspectiva diferente, o que influencia todo o contexto em torno delas, incluindo familiares, familiares e relacionamentos de trabalho. CONCLUSÃO: O câncer de mama e seu tratamento podem ter um impacto significativo na visão das mulheres sobre si mesmas; elas redefinem a vida no contexto das limitações impostas pelo diagnóstico. As enfermeiras que lidam com elas devem incluir sua nova perspectiva pessoal para vida como uma orientação essencial para cuidar dessas mulheres.


Referências:
1. Lotti RCB, Makluf ASD, Dias RC, Barra AA. (2008) Breast cancer treatment and its impact on quality of life. Rev. bras. cancerol; 54(4):367-371. Available at: http://www1.inca.gov.br/rbc/n_54/v04/pdf/367_372_Impacto_do_Tratamento_de_Cancer_de_Mama.pd (last accessed 14 June 2017)