Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 133


133

ATUAÇÃO MULTIDISCIPLINAR NO SERVIÇO DE APOIO À SAÚDE DA POPULAÇÃO INDÍGENA

Autores:
Sueli Oliveira da Silva (sueliaben@gmail.com) (Mestranda no Programa de Mestrado e Doutorado em Psicologia da Saúde -UCDB, bolsista CAPES, Politicas Públicas) ; Sonia Grubits (Profª Doutora do Programa de Mestrado e Doutorado em Psicologia da Saúde -UCDB)

Resumo:
A pesquisa tem como objetivo identificar as características da dinâmica da equipe multidisciplinar para o atendimento do processo saúde/doença nos indígenas, influenciada pelas tradições, crenças e culturas relacionadas ao tratamento de doenças oportunistas. Através da pesquisa à politica da saúde indígena, com base na Lei nº. 9.836, de 18 de julho de 2009, e decretos que passaram as unidades gestoras administrativas e econômica para as definições na SESAI, DSEI polos-base nas aldeias e CASAIs. O estudo problematiza e faz análise do sistema do serviço de apoio prestado e, se, o processo encontrar-se apropriado para o usuário indígena na CASAI. Método: O estudo será qualitativo e exploratório. O lócus de pesquisa será com prestador ou não do serviço SESAI/MS na CASAI. A coleta de dados será com entrevista semiestruturada, apos aplicação do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Considerações finais: O Governo Federal passou a reconhecer por meio da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (PNASPI), encarregado pelo Ministério Saúde na supervisão do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena e dos Distritos Sanitários Especiais de Saúde Indígena (DSEI). Considerando o pensamento da filosofia, como uma atividade de pensar e problematizar o que encontra na história do sujeito, leva-se a um questionamento da história da ciência em afinidade nas políticas da saúde, analisando a abordagem no serviço de apoio com atenção à saúde indígena. De acordo com as Politicas Públicas, a atuação de uma equipe multidisciplinar, aonde os acadêmicos podem atender as necessidades da atenção primaria que é ofertada nas aldeias, e o atendimento de média e alta complexidade com o encaminhamento pela CASAI, segue-se a integralidade e equidade do modelo Sistema Único de Saúde (SUS). Palavras-chave: Saúde Indígena, Psicologia da Saúde, Políticas Públicas, SESAI-MS.


Referências:
Brasil. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. (2011). Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. Brasília, DF: Ministério da Saúde. Retirado de: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_saude_indigena.pdf Souza, V., Moura, M.B. & Mai, L. D. (2012). Saúde Indígena Urbana: interface entre ações estatais e não estatais. CESUMAR, 14(1), 87-98. Conselho Regional de Psicologia de São Paulo. (2016). Povos indígenas e psicologia: a procura do bem viver. São Paulo: CRP