Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 202


202

APRENDIZAGEM DA GESTÃO EM ENFERMAGEM: HÁ SUBSÍDIOS PARA A ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL EGRESSO?

Autores:
Kátia Lilian Sedrez Celich (katia.celich@uffs.edu.br) (Universidade Federal da Fronteira Sul) ; Alexsandra Martins da Silva (Universidade Federal de Santa Catarina) ; Tatiana Gaffuri da Silva (Universidade Federal de Santa Catarina) ; Ana Carolina Custódio (Universidade Federal de Santa Catarina) ; Silvia Silva de Souza (Universidade Federal da Fronteira Sul) ; Júlia Valéria de Oliveira Vargas Bitencourt (Universidade Federal da Fronteira Sul)

Resumo:
Introdução: A globalização mundial exigiu dos indivíduos a aquisição de competências para ingressar e se manter no mercado de trabalho, com isso espera-se que os enfermeiros recém-egressos, tenham preparo para assumir as funções gerencias que normalmente estão associadas às oportunidades de trabalho. Sendo gestão em enfermagem o foco do estudo. A disciplina de gestão deve ser capaz de possibilitar ao acadêmico o desenvolvimento de competências e habilidades gerenciais de modo que ao concluir o curso este seja capaz de desenvolver a prática profissional eficaz. Objetivo: analisar as experiências de aprendizagem do componente curricular de gestão em enfermagem quanto aos subsídios para a atuação profissional de egressos de um curso de graduação em Enfermagem do Sul Brasileiro. Metodologia: A abordagem foi qualitativa através de pesquisa participante baseada no itinerário de pesquisa de Paulo freire por intermédio do círculo de cultura, todos os procedimentos éticos que envolvem pesquisas com seres humanos foram respeitados, o estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), sob o parecer número: 1.610.957. Resultados: Realizado com três egressas do curso de enfermagem da UFFS que trabalham no município de Chapecó, SC. Foram tomadas para analise as subjetividades intrínsecas ao ensino da Gestão na Graduação. A utilização dos Círculos de Cultura de Paulo Freire permitiu desvelar a percepção das egressas, sobre o processo de ensino aprendizagem, evidenciou algumas fragilidades e situações que devem ser modificadas, incentivadas ou potencializadas durante a formação acadêmica. Conclusões: O ensino da gestão deve estar presente em todas as fases da formação acadêmica, de maneira unificada, atrelando conhecimentos e interligando componentes curriculares de modo interativo.


Referências:
Descritores: Enfermagem. Ensino. Gestão. Área de atuação profissional. Graduação.