Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 267


267

ESTATUTO DO IDOSO: CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Autores:
Antonio Carlos Siqueira Junior (acsj@famema.br) (Faculdade de Medicina de Marília) ; Débora Abdian Muller Biondo (Faculdade de Medicina de Marília)

Resumo:
Introdução: A mudança na estrutura etária da população, em razão da evolução tecnológica e da melhoria das condições de vida vem fazendo com que a população idosa aumente. O objetivo deste estuda é avaliar o conhecimento do profissional da saúde de nível superior que atua em um hospital público de ensino, com relação às leis que garantem a assistência à saúde do idoso. O método utilizado foi um estudo quantitativo, com foco na avaliação da atenção aos direitos da pessoa idosa, na rede de saúde. Os dados foram obtidos através da análise dos questionários aplicados nos participantes da pesquisa e, para isso, foi utilizada análise estatística. Tivemos como resultado a participação de 131 profissionais sendo possível avaliar que os mesmos não conhecem as legislações que regem os direitos das pessoas idosas, com exceção do assistente social, que apresentou maior conhecimento sobre o tema. Os resultados mostram que existe um descompasso entre o que as leis garantem e o que existe de fato na prática profissional. Ao mesmo tempo, 98% da população de estudo consideram muito importante orientar o paciente idoso quanto os direitos na Saúde. Conclusão/contribuição: Entendemos que identificar o conhecimento dos profissionais da saúde de nível superior que atuam em um hospital público sobre os direitos da pessoa idosa poderá contribuir para uma orientação mais adequada do profissional, melhorando a atenção prestada aos idosos e ampliando o acesso destes às redes de assistência disponíveis, especialmente para a equipe de Enfermagem que é dos profissionais de saúde o que está mais próximo do paciente.


Referências:
1) Brasil. Presidência da Republica. Casa Civil. Lei 10.741, de 1º de outubro de 2003. Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados à pessoa idosa e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília (DF); 03 de outubro de 2003; Seção 1. 2) Brasil. Presidência da Republica. Casa Civil. Lei 8.842, de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a Política Nacional do Idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília (DF); 05 de janeiro de 1994; Seção 1, p.77. 3)Motta LB, Aguiar AC. Novas competências profissionais em saúde e o envelhecimento populacional brasileiro: integralidade, interdisciplinaridade e intersetorialidade. Ciênc Saúde Coletiva 2007; 12(2): 363-72.)