Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 412


412

VACINA CONTRA HPV: MENINAS DIFERENTES, PROTEÇÃO IGUAL.

Autores:
Daniglayse Santos Vieira (daniglayse.sv@hotmail.com) (Prefeitura Municipal de Igreja Nova; Centro Universitário Tiradentes-AL)

Resumo:
O Papiloma Vírus Humano (HPV) é um vírus transmitido por via sexual de maior incidência e prevalência do mundo, sendo ele o preponderante fator de risco para a evolução de câncer de colo de útero. Nas últimas décadas a imunização vem ocupando um espaço progressivamente maior em todo o mundo sendo considerado um dos principais fatores de promoção de saúde e prevenção de doenças. Neste âmbito progressista da imunização o Ministério da Saúde implantou a vacina contra o HPV em Julho de 2013 somente entrando em vigor em 2014 objetivando imunizar no mínimo 80% das adolescentes na faixa etária entre 9 e 13 anos de idade. A vacinação (composta de duas doses) irá prevenir a infecção pelos tipos mais comuns de HPV, os tipos 6,11,16 e 18. O objetivo deste trabalho foi avaliar a adesão à imunização contra o vírus HPV na ESF VII do município de Igreja Nova-AL, do ano de sua oferta no SUS (2014) até o primeiro semestre de 2016. Foi realizada uma análise do cartão vacinal das meninas de 9 a 13 anos de idade pertencentes a região de abrangência da ESF VII. Resultado: 76 meninas receberam a dose da vacina revelando uma cobertura vacinal de 100%, porém, algumas receberam a dose no ambiente escolar. Destas, 59 possuem seu esquema vacinal completo e 8 a primeira dose administrada. A análise mais acurada dos cartões revelou que algumas meninas que tomaram a vacina no ambiente escolar apresentavam em seus cartões de vacina registros incompletos. Contudo, uma boa implantação de um programa vacinal depende tanto da cobertura quanto da adesão e para este alcance estratégias devem preceder a prática da imunização como: práticas educativas, monitoramento do público alvo, estratégia de marketing e divulgação, acolhimento e humanização do serviço, interdisciplinaridade, intersetorialidade e uma gestão participativa. Palavras-chave: imunização, enfermagem, processo de trabalho.


Referências:
BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações. Informe Técnico sobre a Vacina Papilomavírus Humano -HPV na Atenção Básica. Brasília; 2014. Brito, G.V, SILVA, I.C.R A vacina contra o HPV e possíveis implicações para a prevenção de câncer de colo de útero e o Sistema Único de Saúde Acta de Ciências e Saúde Número 04 Volume 01 2015.