Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 463


463

DIMENSÃO ÉTICA DA REDUÇÃO DE DANOS COMO NORTEADOR DAS AÇÕES DE PROMOÇÃO À CIDADANIA DA PESSOA QUE FAZ USO DE CRACK, ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: ESTUDO REFLEXIVO

Autores:
Eugênia Larissa Cardoso de Andrade Rocha (lary.genia@gmail.com) (Centro Universitário Tiradentes) ; Lucas Kayzan Barbosa da Silva (Universidade Federal de Alagoas) ; Cícero José Barbosa da Fonsêca (Universidade Católica de Pernambuco) ; Flaviane Maria Pereira Belo (Universidade Federal de Alagoas) ; Edilma Fernandes Fireman (Centro Universitário Tiradentes) ; Rita de Cássia Gomes Araújo (Centro Universitário Tiradentes)

Resumo:
Introdução: O conceito de redução de danos, difundido hoje em vários países, ainda é pouco conhecido no Brasil. É possível observar a preocupação em compreender a complexidade que cerca o fenômeno das substâncias psicoativas na sociedade contemporânea, e a constituição da Redução de danos como um novo paradigma de atuação com dependentes químicos (FONSECA; BASTOS, 2005). Ética se refere ao compromisso com o reconhecimento do outro, na atitude de acolhê-lo em suas diferenças, suas dores, suas alegrias, seus modos de viver, sentir e estar na vida. Uma prática em que o profissional possa estar situado no registro ético, a fim de que possa ouvir a dor do outro no registro de seu aparecimento (SAFRA, 2004). Objetivo: Discutir a dimensão ética da Redução de Danos enquanto norteador das ações de promoção à saúde pelo enfermeiro. Metodologia: Trata-se de um estudo teórico reflexivo, tendo como referencial a fenomenologia existencial. Resultados: Enquanto proposta ética, a redução de danos se propõe a escutar o usuário para, partindo da realidade e com a ajudado mesmo, agir reduzindo os eventuais prejuízos que aquelas acarretam. Assim, não coloca os usuários em nenhum outro lugar senão no de cidadãos com direito à vida e à saúde, estimulando práticas de cuidado de si para que possam efetivamente tomar seus lugares no tecido social. Conclusão: A partir da dimensão ética da redução de danos, é possível ao enfermeiro-terapeuta promover saúde ao tempo em que estimula a autonomia da pessoa cuidada. Contribuições para a enfermagem: O trabalho permite refletir sobre uma dimensão do cuidado da enfermagem que é chave para a promoção da saúde e da cidadania.


Referências:
FONSECA, Cícero José Barbosa da. Conhecendo a redução de danos enquanto uma proposta ética. Psicologia & Saberes, 2012, 1(1), pp. 11-36. FONSECA, E; BASTOS F. I. Políticas de Redução de Danos em Perspectiva: Comparando as Experiências Americana, Britânica e Brasileira. In: Acselrad, G. 2ª edição. Avessos do Prazer: Drogas, AIDS e Direitos Humanos. Rio de Janeiro: Ed. FIOCRUZ, 2005. pp. 1-25. SAFRA, G. A po-ética na clínica contemporânea. São Paulo: Ideias & Letras, 2004.