Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 568


568

Saúde sexual de homens na Atenção Primária à Saúde

Autores:
Jozeane Seabra da Silva (jozeane.seabra@hotmail.com) (Bolsista PIBIC-CNPQ, graduanda da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ; Thais Cordeiro Parauta (Graduanda da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ; Bruna Lopes Saldanha (Mestranda do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ; Mariana da Costa Conde (Bolsista PIBIC-CNPQ, graduanda da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ; Giovanna Thayla Caetano de Lima (Bolsista Iniciação Científica UNIRIO, graduanda da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ; Adriana Lemos (Professora Associada do Departamento de Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro)

Resumo:
Introdução: Os homens possuem baixa procura por assistência em saúde em razão de sua autopercepção de necessidades de cuidados, e devido a barreiras socioculturais e institucionais dos serviços de saúde (MACHIN ET AL, 2011; REIS E PEREIRA, 2017). Objetivo: Conhecer, por meio de relatos dos profissionais de saúde, as demandas do campo da saúde sexual de homens à atenção primária a saúde. Metodologia: Pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, com 17 profissionais de saúde. Foi utilizado um roteiro de entrevista semi-estruturado, os dados foram analisados pela análise de conteúdo temática categorial. Resultados: Segundos os profissionais as principais demandas se referem ao tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (IST), disfunção erétil e a exames/procedimentos. Com isso, é possível perceber que a saúde sexual dos homens ainda é pautado nas IST´s e na ereção peniana como representação da sua masculinidade (ARDUINI E SANTO, 2013). Conclusão: as demandas sexuais da população masculina está reduzida a um padrão biomédico. Contribuições para a enfermagem: Espera-se contribuir para a produção do conhecimento nesta área e, mesmo indiretamente, para a avaliação das práticas profissionais neste campo de atenção da saúde sexual e para educação permanente dos profissionais. Descritores: Saúde do homem, Sexualidade, Atenção Primária.


Referências:
ARDUINI, J.B.; SANTOS, A.S. A percepção do homem idoso sobre sexualidade e aids. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2013 jul/set; 21(3):379-83. MACHIN, R. et al. Concepções de gênero, masculinidade e cuidados em saúde: estudo com profissionais de saúde da atenção primária. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 16, n. 11, p. 4503-4512, Nov. 2011. OLIVEIRA, D. C. Análise de Conteúdo Temático Categorial: Uma Proposta de Sistematização. Rev. Enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v. 16, n. 4, p. 569-76, out./dez., 2008. REIS, A.; PEREIRA, A. Saúde de homens: conceitos e práticas de cuidados. Rio de Janeiro: Águia Dourada, 2017. 688p.