Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 681


681

ITINERÁRIOS TERAPÊUTICOS DE MÃES FEIRANTES NO PROCESSO DE CUIDAR DOS SEUS FILHOS

Autores:
Maria Geralda Gomes Aguiar (geraldaaguiar@uol.com.br) (Universidade Estadual de Feira de Santana) ; Alenna Letícia Inácio Costa (primeira Autora No Certificado) (Universidade Estadual de Feira de Santana)

Resumo:
INTRODUÇÃO: Parte-se da questão: como se dão os itinerários terapêuticos que mães feirantes percorrem ao cuidar dos seus filhos de 0 a 11 anos? OBJETIVO: Analisar os itinerários terapêuticos de mães feirantes que atuam em uma feira livre de Feira de Santana - BA. METODOLOGIA: Estudo de abordagem qualitativa, exploratório e descritivo, com seis participantes, mediante entrevista narrativa. RESULTADOS E DISCUSSÃO: As mães protagonizam o cuidado do filho, para tal, contam com redes de apoio sociofamiliar, superando dificuldades para conciliar a atividade de feirante com a maternidade. O cuidado materno perpassa pelo subsistema profissional, visando o crescimento e desenvolvimento adequado da criança e, de modo paralelo e complementar, pelo subsistema popular. As mulheres enquanto mães e trabalhadoras organizam e agenciam diariamente a rotina da família para enfrentar a dupla jornada, visando favorecer o crescimento saudável do filho. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As escolhas terapêuticas feitas para o cuidado à criança resultam de diferentes influências socioculturais e interferem nos itinerários terapêuticos, com o propósito de manter a criança saudável. CONTRIBUIÇÕES PARA A ENFERMAGEM: O estudo contribui para a compreensão dos percursos traçados por mulheres feirantes, mães e trabalhadoras, favorecendo a percepção de crenças, valores e saberes que exercem influência no cuidado materno, podendo impactar nas práticas dos profissionais de enfermagem, de modo a garantir atenção de qualidade à saúde da criança. Descritores: Narrativas pessoais; Cuidado da criança; Mães.


Referências:
FERNANDES, G. C. M. et al. Análise de narrativas autobiográficas de Fritz Schütze aplicada à pesquisa em Enfermagem. Texto Contexto Enferm, Florianopólis, v. 26, n. 2, 2017. SCHÜTZE, F. Pressure and guilt: war experiencias of a young german soldier and their biographical implications. International Sociology, Barcelona, v. 7, n. 2, p. 187-208, 1992.