Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 778


778

A SALA DE ESPERA COMO UM MOMENTO DE EDUCAÇÃO E PROMOÇÃO À SAÚDE: um relato de experiência

Autores:
Rafaela Marinho de Lima (rafaelamarinho67@gmail.com) (Universidade Estadual de Ciências da Saúde - UNCISAL) ; Enfermeiro Prof. Me. Josemir de Almeida Lima (Universidade Estadual de Ciências da Saúde - UNCISAL) ; Anny Katheryne da Rocha França (Universidade Estadual de Ciências da Saúde - UNCISAL) ; Joseane Freitas da Silva (Universidade Estadual de Ciências da Saúde - UNCISAL)

Resumo:
INTRODUÇÃO: A educação e a promoção em saúde podem ocorrer em diversos espaços e momentos, incluindo a sala de espera. Sendo este espaço muito importante para a enfermagem desenvolver atividades educativas. OBJETIVO: Relatar a importância da sala de espera como momento de educação e de acolhimento. METODOLOGIA: trata-se de um relato de experiência, no qual foram realizados momentos educativos. Estes tiveram a duração de quinze minutos e foram realizadas uma vez por semana, durante o mês de agosto/2016 nas salas de espera do II Centro de Saúde de Maceió. Como estratégia foram usados: cartazes, panfletos ilustrativos, seguidos de explanação dos temas. RESULTADOS: O estudo evidenciou que a sala de espera é um espaço propicio para educação e promoção à saúde e que deve ser melhor explorado pela enfermagem, pois permitiu acolher melhor o usuário, esclarecer dúvidas e identificar suas necessidades. Durante as palestras, os usuários mostraram-se atentos e participativos as informações. CONCLUSÃO: A enfermagem tem papel fundamental como facilitador de aprendizagem do processo saúde-doença por intermédio da educação em saúde na sala de espera. Descritores: Sala de espera. Educação em Saúde. Promoção. Usuários. Enfermagem.


Referências:
CERVERA DPP et al. Educação em saúde: percepção dos enfermeiros da atenção básica em Uberaba-MG. Ciênc. & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, 2011. p. 1547-1554. BRASIL.Ministério da Saúde. Guia de produção e uso de materiais educativos. Brasília (DF): Coordenação Nacional de DST/AIDS.1998. TEIXEIRA ER et aL O grupo em sala de espera: território de práticas e representações em saúde. Texto & Contexto Enfermagem, abril-junho. Vol 15, n 2. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis (SC), Brasil, 2006. p. 320-325.