Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 841


841

Equipe de acolhimento noturno: subsídios para atuação no campo da saúde mental

Autores:
Tatiana Marques dos Santos (tatianamarques.ufrj@gmail.com) (Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/UFRJ)) ; Thuany Cristine Santos da Silva (Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/UFRJ)) ; Izabella de Góes Maciel Tavares Campelo (Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/UFRJ)) ; Adriana Dias Silva (Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/UFRJ)) ; Maria Angélica de Almeida Peres (Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN/UFRJ))

Resumo:
Objetivo: Analisar as características do acolhimento noturno de um Centro de Atenção Psicossocial III (CAPS III). Métodos: Estudo descritivo-exploratório, abordagem qualitativa. Foram utilizadas entrevistas semiestruturadas com 15 profissionais de enfermagem. Adotou-se a análise temática dos dados. Resultados: Chegou-se a duas categorias temáticas: equipe profissional do acolhimento noturno e atendimento no acolhimento noturno. Conclusão: O acolhimento noturno é realizado em seis dias da semana somente pelos profissionais de enfermagem, evidenciando que são os principais agentes de manutenção do funcionamento do CAPS III por 24 horas e os responsáveis pelas tomadas de decisão no serviço noturno. A equipe de enfermagem, a despeito de sua longa trajetória na instituição psiquiátrica, atua hoje em CAPS III com base no modelo psicossocial, oferecendo cuidados de enfermagem em saúde mental voltado para a permanência dos usuários na comunidade. O estudo aponta a primordialidade de uma revisão da composição profissional estipulada para o serviço no acolhimento diurno e noturno.


Referências:
1. World Health Organization. Plan de acci?n sobre salud mental 2013-2020. 2013 [acesso em: 01 mai 2017]: 1-54. Disponível em: . 2. Ribeiro MC. Trabalhadores do Centro de Atenção Psicossocial de Alagoas, Brasil: interstícios de uma nova prática. Interface (Botucatu). 2015; 19(52):95-107. 3. Azevedo DM, Silva AC. The Psychiatric Reform and the Model of substitute attention: implications contemporany. Rev. Bras. Pesq. Saúde [Internet]. 2013 [acesso em 17 jun 2017]; 15(2):1-2. Disponível em: . 4. Portaria nº 3.088 do Ministério da Saúde, de 23 de dezembro de 2011 (BR). Institui a Rede de Atenção Psicossocial para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União, 21 mai 2011. 5. Weber CAT, Juruena MF. Day hospital and psychosocial care Center: Expanding the discussion of partial hospitalization in mental health. Rev Assoc Med Bras. 2016; 62(4): 361-7.