Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1053


1053

USO DO MEMORIAL DE ENFERMEIROS RESIDENTES COMO DINÂMICA DE CONHECIMENTO ENTRE PARES

Autores:
Cosme Sueli de Faria Pereira (sisan.gabi@hotmail.com) (UFRJ) ; Lia Márcia Cruz da Silveira (UFRJ) ; Ana Beatriz Azevedo Queiroz (UFRJ) ; Ann Mary Machado Tinoco Feitosa Rosas (UFRJ) ; Dirlei Domingues dos Santos (UFRJ) ; Gabriela Silva dos Santos (UFRJ)

Resumo:
Introdução: Faz-se necessário na formação profissional em saúde que valorize não apenas o conhecimento especializado, mas a interação com o contexto social para um agir eficaz1. O trabalho em equipe com vistas à interdisciplinaridade tem sido foco de atenção na formação e qualificação dos profissionais por meio da Residência Multiprofissional. Uma das atividades que compõem a carga horária teórica dos residentes é a tutoria. Tal atividade corresponde à orientação acadêmica voltada para a discussão das atividades teóricas, teórico-práticas e práticas dos núcleos profissionais que são desenvolvidas pelos residentes.2 Nesse espaço, também é considerada a importância da singularidade do profissional e o vínculo com seus pares. Objetivo: relatar a vivência de enfermeiros do primeiro ano da residência multiprofissional acerca do primeiro encontro na tutoria uniprofissional. Metodologia; trata-se de um estudo qualitativo, do tipo relato de experiência sobre o significado dados pelos enfermeiros, residentes do primeiro ano da Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher (RMSM) do Instituto de Atenção à Saúde São Francisco de Assis- HESFA/UFRJ, à dinâmica desenvolvida na tutoria uniprofissional, onde o dispositivo disparador da mesma foi o memorial dos enfermeiros. Resultados: os enfermeiros residentes reconhecem o espaço como um ambiente para diálogo, conhecimento e reconhecimento do colega e sua singularidade. A dinâmica foi considerada de grande importância para aproximar os profissionais dessa categoria, uma vez que eles atuam no primeiro ano da residência em trios multiprofissionais, Conclusão: o espaço da tutoria favorece o trabalho em equipe, a atividade desenvolvida no encontro inicial com os enfermeiros do primeiro ano da RMSM possibilitou lidar com as diferenças, estreitamento de laços e construção de vínculos para além da formação acadêmica.


Referências:
Referências: 1-Nascimento DDG, Oliveira MAC. A política de formação de profissionais da saúde para o sus: considerações sobre a residência multiprofissional em saúde da família. REME. 2006:10(4) 2- Rodrigues PM, Marchesan R, Secco NA, Paraboni P, Arpini DM. A tutoria na residência multiprofissional em saúde: potencializando a formação através de um espaço de reflexão das práticas. Anais do II Congresso Brasileiro Interdisciplinar de promoção da saúde.2016:3863