Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1093


1093

A educação Permanente e a atuação do enfermeiro como facilitador de conhecimentos. Um Relato de Experiência

Autores:
Edivania Felix dos Santos (edivaniafelix@hotmail.com) (Prefeitura Municipal do Jaboatão dos Guararapes/ UPE) ; Valéria Correia Moreira (Prefeitura Municipal do Jaboatão dos Guararapes)

Resumo:
Introdução: A Educação Permanente na Saúde (EPS) foi introduzida para trazer melhorias no processo de trabalho dos profissionais, por promover e incentivar o aprimoramento do conhecimento tecno-científico, além de trazer novas perspectivas com o desenvolvimento de competências advindas com o pensar crítico-reflexivo e relacional no fazer em saúde adquiridos1. Objetivos: Relatar a vivência de enfermeiras coordenando momentos promovidos de EPS. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência de enfermeiras da Atenção Básica (AB) na promoção de momentos de EPS com a equipe: médico, agentes comunitários de saúde e técnico de enfermagem. As pautas eram discutidas em reuniões de equipe e os assuntos abordados referiam às situações sócio-epidemiológicas, vacinas, importância do acolhimento como estratégia em saúde, doenças infecciosas e transmissíveis por água, etc. Resultados: com a EPS promovida pelo enfermeiro há uma maior visibilidade do potencial científico do profissional, o que gera mais respeito e confiança em seu trabalho, e identifica-o com competências e habilidades específicas. Conclusões: Momentos de educação permanente aproximam os profissionais, melhora a comunicação da equipe e aprimora a qualidade do serviço para atender aos usuários. Implicações para a Enfermagem: momentos de EPS traz mais visibilidade da atuação do enfermeiro com suas múltiplas competências: técnica, científica, relacional, ética e política1, tais competências são a tônica para a EPS. Descritores: Educação Permanente; Educação em Enfermagem; Competência profissional.


Referências:
Salum NC, Prado ML. A Educação Permanente no desenvolvimento de competências dos profissionais de enfermagem. Texto Contexto Enferm, Florianópolis,; 23(2), 301-8, abr/jun, 2014.