Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1137


1137

Benefícios da Shantala no vínculo mãe e filho

Autores:
Fernanda Gabryelle Lopes Mendes Araújo (fernandagabi.fl@gmail.com) (Universidade estadual de ciências da saúde de Alagoas) ; Gilmara Salustiano Santos (Universidade estadual de ciências da saúde de Alagoas) ; Maria Rosa da Silva (Universidade estadual de ciências da saúde de Alagoas)

Resumo:
Introdução: Frédérick Leboyer, médico francês, observou, em Calcutá, na Índia, uma mãe massageando seu bebê. Encantado com o vigor e a beleza dos movimentos, batizou a sequência da massagem com o nome da mulher que a realizava Shantala. (VITOR; MORAES e BARROSO, 2004). A massagem shantala tem o propósito de favorecer a interação entre binômio mãe e filho. Segundo evidências, concede alivio de cólicas e inquietações, equilibrando o bebê fisicamente e emocionalmente. Objetivo: O estudo pretende expor benefícios relacionados com a técnica de massagem shantala no vínculo mãe e filho. Metodologia: Foi realizado um estudo do tipo quantitativo de revisão de literatura no banco de dados MEDLINE, LILACS, SCIELO, PUBMED com descritores: massagem, pediatria, enfermagem no período de 2011 a 2017. Resultados: Os artigos analisados demonstram que os benefícios do contato proporcionado pela shantala são diversos tanto para estado físico do bebê como para o estado emocional de mãe e bebê, no vínculo mãe e filho esses benefícios são muitos, tais como: intensa afetividade, melhor segurança no manusear o bebê, maior tranquilidade de ambas as partes, há um fortalecimento na relação através do carinho e estimulo que se é passado. Conclusão: Devido a seus resultados positivos e notórios a massagem é uma técnica muito aceita e cada vez mais expandida no mundo. Contribuições para enfermagem: o enfermeiro deve saber identificar e utilizar os diversos meios e oportunidades existentes para prestar um cuidado terapêutico adequado. Palavras-chave: massagem, pediatria, enfermagem.


Referências:
Referências: SOUZA, N. R.; LAU, N.C.; CARMO, T. M. D. Shantala Massagem para Bebês: experiência materna e familiar. Ciência et Praxis v. 4, n. 7, p. 55-60 (2011). NARDO, L. R. O.; SILVA, S.S.; MARIN, M.J.S. Massagem Shantala Uma revisão integrativa. Atas CIAIQ. Investigação Qualitativa em Ciências Sociais//Volume 3. P.273-278. 2014.