Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1146


1146

A IMPORTÂNCIA DA ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NO AUXÍLIO DO USO DE TÉCNICAS DE RESPIRAÇÃO PARA O FAVORECIMENTO DO TRABALHO DE PARTO

Autores:
Francisca Evelen Suelen Silva de Aguiar (franciscaaguiar.enf@gmail.com) (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP) ; Hiago Rafael Lima da Silva (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP) ; Rosinete Almeida dos Santos (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP) ; Nely Dayse Santos da Mata (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP) ; Tatiana do Socorro dos Santos Calandrine (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP) ; Michelle Paolla Souza da Gama (Universidade Federal do Amapá - UNIFAP)

Resumo:
INTRODUÇÃO: Durante o trabalho de parto ativo, a dor estará presente até o período expulsivo, onde ela viverá o ápice do desconforto. O processo de respiração é utilizado como fator positivo para o alívio e domínio da dor. A enfermagem, enquanto integrante da equipe multiprofissional, possui habilidades específicas para auxiliar o uso das técnicas de respiração com o intuito de proporcionar o relaxamento, conforto e o domínio da dor durante o trabalho de parto. OBJETIVO: Relatar a experiência dos autores envolvidos sobre a importância do profissional enfermeiro em uma equipe multiprofissional, no auxilio das técnicas respiratórias para o favorecimento do trabalho de parto. METODOLOGIA: Estudo caracterizado como relato de experiência, em que foi utilizada a observação participante no grupo de extensão com adolescentes primigestas como estratégia de coleta de dados. RESULTADOS: Nota-se o quão importante se faz a presença da enfermagem no cenário de parto e pré-parto, auxiliando com orientações acerca das técnicas de respiração, almejando trabalho de parto tranquilo ás gestantes que seguem as orientações, se utilizando de conhecimentos e atitudes que propicie o máximo de conforto e domínio da dor. CONCLUSÃO: As parturientes evoluem ao trabalho de parto, confiantes e com o conhecimento necessário para controlar sua respiração e sua dor podendo contar com total apoio da equipe de enfermagem. CONTRIBUIÇÕES OU IMPLICAÇÕES PARA A ENFERMAGEM: O profissional de enfermagem age nesse contexto, como orientador das técnicas de respiração, facilitando o desempenho positivo da parturiente durante o trabalho de parto. DESCRITORES: exercícios respiratórios, gestantes, enfermagem.


Referências:
GALLO, R.B.S, et al. Recursos não-farmacológicos no trabalho de parto: protocolo assistencial. Feminina, v. 39, n. 1, p. 41-48, 2011; GOMES, M. L. Enfermagem obstétrica: diretrizes assistenciais / Maysa Luduvice Gomes. - Rio de Janeiro : Centro de Estudos da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2010.168 p. PINTO,A.V.A. et al. Avaliação da mecânica respiratória em gestantes. Fisioterapia e Pesquisa, v. 22, n. 4, p. 348-354, 2015.