Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1192


1192

CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS DE PACIENTES COM TUBERCULOSE EM UM MUNICÍPIO DO AGRESTE ALAGOANO

Autores:
Hidyanara Luiza de Paula (hidyanaral@gmail.com) (Universidade Federal de Alagoas) ; Bruna Brandão dos Santos (Universidade Federal de Alagoas) ; Glicya Monaly Claudino dos Santos (Universidade Federal de Alagoas) ; Heloísa Antunes Araújo (Universidade Federal de Alagoas) ; Kamilla Lopes dos Santos (Universidade Federal de Alagoas) ; Francisca Maria Nunes da Silva (Universidade Federal de Alagoas)

Resumo:
Introdução: No Brasil, a tuberculose ainda se configura como um problema de saúde tão grave quanto era no século passado. Apesar de curável é um desafio para a saúde pública, em especial nos países em desenvolvimento. Objetivo: Identificar principais características sociodemográficas dos portadores de tuberculose em um município do Agreste Alagoano. Metodologia: Estudo descritivo, quantitativo. Referencial teórico levantado através de artigos científicos. Os dados expostos nos resultados foram obtidos através do DATASUS. Das variáveis disponíveis utilizaram-se cinco, que apresentaram relevância para o objetivo do estudo, 2016 foi o ano pesquisado. Resultados: Dos 20 casos notificados no período, predominou o sexo masculino com 80%, e 50% deles têm entre 40-59 anos. Além disso, 55% eram de raça parda, 50% possuíam da 1ª- 4ª série incompleta e 75% residiam na zona urbana. Conclusão: Os resultados mostram que a tuberculose prevaleceu em adultos homens, de baixa escolaridade e residentes de zona urbana, ou seja, indivíduos em plena capacidade produtiva. Implicações para a Enfermagem: Através dos dados permite-se conhecer a população mais afetada pela patologia estudada, oferecendo subsídios para a realização de ações que incentivem a prevenção e a promoção da saúde, principalmente nas áreas fragilizadas. Ademais, o diagnóstico precoce dos doentes, bem como planejar o acolhimento e os insumos necessários para oferecer tratamento de qualidade aos pacientes, principalmente à população masculina. Descritores: Tuberculose. Epidemiologia. Atenção primária à saúde.


Referências:
CALIARI, Juliano Souza; FIGUEIREDO, R. M. Tuberculose: perfil de doentes, fluxo de atendimento e opinião de enfermeiros. Acta Paul Enferm, v. 25, n. 1, p. 43-7, 2012. MINISTÉRIO DA SAÚDE/SVS. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. Disponível em: . Acesso em: 30 de maio de 2017.