Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1293


1293

A INTERAÇÃO DO ESTILO DE VIDA DO IDOSO E O PROCESSO SAÚDE-DOENÇA

Autores:
Kenia Oliveira Barbosa da Hora (kenia.0.barbosa@gmail.com) (INCA E UFRJ - MACAÉ) ; Gunnar Glauco de Cunto Taets (UFRJ - MACAÉ) ; Dayane Ferreira Castro (UNIRIO e SENAC) ; Glaucia Valente Valadares (UFRJ- RJ e MACAÉ)

Resumo:
Introdução:O estilo de vida moderno tem trazido consequências à saúde física e mental dos adultos jovens. Com a complexidade da vida contemporânea, marcada por sucessivas mudanças globais, seja ela nas adversidades políticas, transições demográficas e difusão de novos hábitos e padrões de comportamento da população, como resposta, é notável a repercussão no idoso o aparecimento de agravos à saúde.1Objetivo:Identificar fatores de risco no estilo de vida que influenciam a ocorrência de problemas de saúde no idoso.Metodologia:Consiste numa revisão sistemática realizada no mês de maio de 2017 na base de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os descritores estilo de vida e saúde do idoso e os seguintes critérios de inclusão:textos completos gratuitos dos últimos cinco anos, em português, inglês e espanhol, bases de dados nacionais e internacionais. A amostra foi composta por 54 artigos.Resultados:Os fatores de risco podem ser monitorados pelos estilos de vida adotados, que incluem decisões tomadas pelo indivíduo com respeito a sua saúde e modos de levar a vida. Essas opções incluem atividades de lazer, hábitos alimentares, comportamentos autodeterminados estando, parcial sob seu controle, os fatores sociais, econômicos, culturais, étnicos/raciais, psicológicos e comportamentais que influenciam a ocorrência de problemas de saúde na população idosa. Conclusão:Percebe-se que o estilo de vida de um adulto jovem impacta diretamente para o aparecimento de problemas de saúde no idoso gerando maiores demandas de assistência de enfermagem voltadas para o tratamento de doenças crônicas exigindo um olhar clínico aguçado. Contribuições para Enfermagem:A equidade requer ação sobre os determinantes sociais da saúde na perspectiva do "curso da vida", com ações multissetoriais e em todas as etapas do ciclo vital já que, o estado de saúde do idoso é um marcador de suas posições sociais no passado.Descritores:Enfermagem Gerontológica, estilo de vida, saúde do idoso


Referências:
1 PetroskiI EL, Gonçalves LHT. Atividade física e estado de saúde mental de idosos. Rev Saúde Pública, 42(2), 302-7.2008.