Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1300


1300

AVALIAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM DA UFES: UMA (CON)VIVÊNCIA COM DIFERENTES E DIVERSOS ATORES DO CUIDAR

Autores:
Laerson da Silva de Andrade (laersonsilva1@gmail.com) (Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) ; Rayane Cristina Faria de Souza (Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) ; Profª. Drª. Flávia Batista Portugal (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e Programa de Pós-Graduação em Enfermagem) ; Profª. Drª. Marluce Mechelli de Siqueira (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e Programa de Pós-Graduação em Enfermagem)

Resumo:
Introdução: O curso de Enfermagem da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) foi criado em 1976, em decorrência do déficit de Enfermeiros do País (1). O curso é regido pelo 4º currículo integrado, com 8 períodos, carga de 3495 h, fundamentado em habilidades e competências. Compreende-se a necessidade de avaliação deste processo a partir de seu percurso, desafios e as contradições, vislumbrando novos processos de ensino-aprendizagem. Objetivos: Avaliar o processo de ensino-aprendizagem da graduação em Enfermagem da UFES, por meio dos atores do cuidar (discentes, egressos, docentes, coordenadores e parceiros). Metodologia: Trata-se de uma pesquisa descritiva de caráter analítico e exploratório, com abordagem qualitativa e quantitativa. Os dados quantitativos serão analisados pelo Statistical Packcage for the Social Science na versão 24. Os dados qualitativos serão compreendidos pela Análise de Discurso do Sujeito Coletivo (2). Coleta de dados: 1ª) Analisar as atividades de ensino-aprendizagem desenvolvidas desde a implantação do 4º currículo; 2ª) Aplicar questionários elaborados por Ganassim (3) para coordenadores, discentes, docentes, egressos e parceiros para avaliação do curso; 3ª) Entrevistas: um roteiro será elaborado para identificar as potencialidades e fragilidades do processo do ensino-aprendizagem: Resultados Esperados: 1) Estimular a análise das experiências acadêmicas sobre a temática; 2) Levantar informações que subsidiem ações de ensino-aprendizagem no curso de Enfermagem; 3) Interação com os entes interessados nas transformações do ensino-aprendizagem de aprendizagem da Enfermagem-UFES. Descritores: Avaliação de Ensino; Enfermagem; Ensino Superior.


Referências:
1. BRASIL. Fundação Serviços de Saúde Pública. Enfermagem: Legislação e assuntos correlatos. 3ª ed. Rio de janeiro, 1974. 2. LEFEVRE, F. LEFEVRE, A. M. C. Discurso do Sujeito Coletivo: representações sociais e intervenções comunicativas. Texto Contexto Enferm., v. 23, n.2, 2014. 3. GANASSIN, F. M. H. Avaliação do processo de implementação de mudança curricular de cursos de enfermagem: um estudo em duas universidades públicas do estado de Mato Grosso do Sul. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas. Campinas-SP, 2015.