Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1374


1374

OS CUIDADOS DE ENFERMAGEM À ÚLCERA VENOSA DE PORTADORES DE ANEMIA FALCIFORME

Autores:
Manoel Vitório Souza Santana (mengao_manoel@hotmail.com) (Faculdade São Vicente de Pão de Açúcar)

Resumo:
A anemia falciforme é uma doença que decorre de um erro genético hereditário originando hemácias falciformizadas e provocando oclusão de vasos sanguíneos. A úlcera venosa constitui uma das principais manifestações clínicas para anemia falciforme acometendo 20 a 22% de pessoas diagnosticadas onde compete à equipe de enfermagem, através da resolução COFEN 0501/2015, a prevenção e tratamento desta, seja aguda ou crônica. O profissional de enfermagem contribui para bons resultados no prognóstico do paciente com úlcera venosa através de seus conhecimentos aplicados dentro da prevenção, tratamento e acompanhamento. Objetivo: demonstrar os cuidados prestados ao portador de úlcera com anemia falciforme, considerando artigos, revistas, livros ou monografias publicadas na língua portuguesa entre os anos de 2010 a 2017. Trata-se de um estudo exploratória, do tipo pesquisa bibliográfica com base em publicações na língua portuguesa entre os anos de 2010 a 2017 das bases de dados LILACS, SCIELO e GOOGLE ACADÊMICO. Para redação das informações relativa ao cuidado de enfermagem da úlcera venosa na doença falciforme, propôs-se: prevenção da úlcera venosa em paciente com anemia falciforme (consulta de enfermagem, controle do edema, orientações); métodos terapêuticos de enfermagem utilizados para o tratamento cicatricial (terapia tópica, terapia compressiva - bota de Unna, administração medicamentosa) e cuidados pós-tratamento (consulta de acompanhamento, solicitação de exames, encaminhamento). Considera-se o profissional de enfermagem insubstituível na equipe multidisciplinar de saúde dentro do cuidado a úlcera venosa em portadores da anemia falciforme, pois é o enfermeiro quem acompanhará o paciente em todas formas de cuidado. PALAVRAS-CHAVES: Enfermagem, anemia falciforme, úlcera venosa.


Referências:
ABREU, A. M.; OLIVEIRA, B. R. B.; MANART, J. J. Tratamento de Úlcera Venosa com Bota de Unna: Estudo de Caso. Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, v. 12, n. 1, p. 198-208, abr. 2013. BARROSO, N. V. Comparação do Tratamento com Bota de Unna com o Curativo Convencional em Pacientes com Anemia Falciforme e Úlceras em Membros Inferiores - Ensaio Clínico Controlado Randomizado. 2015. 57 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe. Aracaju - SE. 2015. BRASIL. Resolução COFEN nº 0501 de 2015. Regulamenta a competência da equipe de enfermagem no cuidado às feridas e dá outras providências. Brasília: COFEN, 2015. DIAS, A. L. A. A (Re) Construção do Caminhar: Itinerário Terapêutico de Pessoas com Doença Falciforme com Histórico de Úlcera de Perna. 2013. 190 f. Dissertação (mestrado) - Instituto de Saúde Coletiva, Universidade Federal da Bahia, Salvador-BA. 2013. LACERDA, F. K. L.; et al. Mulheres com Anemia Falciforme (con) Vivendo com as Úlceras de Perna e a Dor. Revista de Enfermagem UFPE, Recife - PE, v. 8, n. 7, p. 2054-60, jul. 2014.