Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1521


1521

BOAS PRATICAS DO ENFERMEIRO FRENTE À ASSISTÊNCIA AOS PACIENTES EM CUIDADOS PALIATIVOS

Autores:
Rivelaine Soares da Silva (rivelaine.enfermagem.unit@hotmail.com) (Universidade Tiradentes) ; Anna Helena Fontes do Nascimento Silva (Universidade Tirandentes) ; Luanny Lima Costa (Universidade Tiradentes) ; Karoline Santos da Silva (Universidade Tiradentes) ; Fernanda Costa Martins Gallotti (Universidade Tiradentes)

Resumo:
Introdução: Os cuidados paliativos podem assegurar uma assistência o mais completa possível ao ser humano que se encontra na última etapa da vida, considerando a morte como um processo normal, que não deve ser nem acelerado nem retardado. Nesta perspectiva, o enfermeiro exerce uma função essencial auxiliando nas modificações psicológicas, que engloba a negação, raiva, barganha, depressão e aceitação, buscando promover conforto ao paciente e consolo aos familiares. Objetivo: Analisar as boas praticas pautadas na ética a fim de obter resultados satisfatórios para os familiares de pacientes com cuidados paliativos. Metodologia: Revisão integrativa realizada na Biblioteca virtual de saúde, no período de 2011-2016, por meio de artigos científicos, considerando idioma português e inglês, utilizando os descritores: Enfermagem; ética; cuidados paliativos. A seleção final resultou em 10 artigos. Resultados: Diante das analises os autores apontam que as ações de enfermagem estão voltadas principalmente na promoção do conforto, envolvendo o alivio da dor e sintomas físicos. Destacam-se ainda ações como hidratação, alimentação, higiene e aproximação religiosa. Conclusão: A assistência de enfermagem baseada nas boas praticas e na ética profissional fazem a diferença em todo processo vivenciado pelo paciente em fase terminal, sendo fundamental na tomada decisão e no suporte à família. Contribuições para a enfermagem: As contribuições remetem a importância de ampliar as discussões sobre o tema, buscando reflexão profissional quanto o seu papel frente a situações especificas como cuidado paliativo.


Referências:
NUNES, Lucília. Ética em cuidados paliativos: limites ao investimento curativo. Revista Bioética, v. 16, n. 1, 2009.