Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1535


1535

A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE A MULHER COM O DIAGNÓSTICO DE ENDOMETRIOSE: Uma revisão integrativa de literatura

Autores:
Sara Rafaelle de Oliveira Silva (sararafaelle@hotmail.com) (Centro Universitário Cesmac) ; Luana de Cerqueira Ferreira (Centro Universitário Cesmac) ; Adriana de França Guedes da Gama (Centro Universitário Cesmac) ; Lidiane Barbosa Teles (Centro Universitário Cesmac) ; Jacqueline Arantes Diniz Basílio (Centro Universitário Cesmac) ; Raíssa Fernanda Evangelista Pires dos Santos (Centro Universitário Cesmac)

Resumo:
A endometriose devido à alta prevalência, etiopatogenia desconhecida, cronicidade, morbidade é considerada um problema de saúde pública1. Este estudo objetiva analisar a produção científica sobre a mulher diagnosticada com endometriose. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, realizada nas bases de dados: LILACS/MEDLINE e SciELO. Os critérios de inclusão foram: manuais, artigos em português, inglês e espanhol; na íntegra, nos últimos 10 anos. A amostra foi composta por 9 artigos e 3 publicações do Ministério da Saúde (MS). Apenas um artigo fez referência à elaboração do conjunto de dados essenciais para atendimento à mulher com endometriose. O MS implantou às políticas públicas voltadas para a saúde da mulher em 1984 o PAISM e no ano de 2004 a PNAISM, que não incluem a Endometriose. Por esse motivo, em 2006, o Ministério da Saúde do Brasil estabeleceu o Protocolo Clínico e as Diretrizes Terapêuticas para o tratamento da endometriose, atualizada pela Portaria SAS/MS nº144/20102. Com o objetivo de facilitar a atuação dos profissionais de saúde, em especial dos enfermeiros, foi elaborado um Conjunto de Dados Essenciais de Enfermagem para Atendimento às Portadoras de Endometriose (CDEEPE) que permite um maior conhecimento dos enfermeiros sobre a doença, visto que um conjunto de dados bem estabelecido e sua representação por arquétipos, favorece a padronização dos sistemas de informação em enfermagem, contribuindo para a aplicação do Processo de Enfermagem no cuidado prestado à pacientes com endometriose3. No Brasil, existe dificuldade em encontrar profissionais de enfermagem que prestem assistência a essas pacientes, uma vez que o papel do enfermeiro especialista em saúde da mulher sempre foi mais direcionado à gravidez e ao parto4. Observou-se a escassez em relação à produção científica que abordem essa temática voltada ao enfermeiro na literatura nacional e internacional comprovando a necessidade de mais estudos na área.


Referências:
1. SILVA, P.C.M.; MARQUI, A.B.T. Qualidade de vida em pacientes com endometriose: Um estudo de revisão. Rev. Bras Promoção Saúde, Fortaleza, v.27, n.3, p.413-21, jul./set. 2014. 2. BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria SAS/MS n°144- Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas- endometriose, de 31 de março de 2010, Brasília, DF. 3. SPIGOLON, D.N.; MORO, C.M.C. Arquétipo do conjunto de dados essenciais de enfermagem para atendimento de portadoras de endometriose. Rev. Gaúcha Enferm. Porto Alegre, v.33. n.4, 2012. 4. MARQUI, A.B.T. Endometriose: do diagnóstico ao tratamento. Rev Enferm Atenção Saúde. v.3. n.2, p.97-205, jul./dez 2014.