Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1538


1538

Percepções de enfermagem sobre cuidado de si

Autores:
Sheilane da Silva Santos (sheilane_silva@hotmail.com) (Universidade Federal do Rio de Janeiro) ; Gláucia Valente Valadares (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Resumo:
Estudo qualitativo realizado através da revisão integrativa da literatura sobre o cuidado de si em enfermagem, que tem como objetivo analisar as principais produções que tratem sobre as percepções de enfermagem sobre o cuidado de si. O cuidar de si inclui, entre outros aspectos, o cuidado a: saúde, os pensamentos, as atitudes, os comportamentos, as emoções, os valores, as necessidades biopsicossociais, incluindo os bens e tudo quilo que nos gere bem-estar, sem lesionar o bem-estar dos demais. Para construção desta pesquisa foram realizadas buscas na biblioteca eletrônica SciELO, através dos descritores "enfermagem", "equipe de enfermagem" e "prática profissional". Os critérios de inclusão para seleção dos artigos foram: estudos publicados entre 2006 e 2016, em português, inglês e espanhol, disponíveis na íntegra e que se relacionavam com o tema "cuidado de si". Após levantamento bibliográfico preliminar e leitura dos títulos dos estudos encontrados, foram reunidos um total de 19 artigos que se assemelhavam-se a temática descrita para análise. Posteriormente realizada a leitura dos resumos destes estudos, 13 artigos foram elencados para leitura de seus textos na íntegra. Ao final da busca, análise e refinamento dos artigos elencados, foram reunidos um total de 06 estudos que retratavam a temática proposta. O cuidado de si caracteriza-se por uma troca entre sujeitos, onde a empatia e a relação mútua com o outro, sendo este paciente ou parte da equipe de saúde, tornam-se imprescindíveis para a real percepção da necessidade em cuidar-se. Pessoas que se conhecem suficientemente bem para saber o que lhes incomoda e consequentemente saber como amenizar os desgastes provocados por tais situações, sabem como cuidar de si e assim conseguem desempenhar seus papéis de forma mais adequada.


Referências:
1-Gasperi, P; Radüz V. Cuidar de si: Essencial para enfermeiros. Rev. Min. Enf, 2006 jan/mar, 10(1):82-87. 2- Silva IJ; Oliveira MFV; Silva SED; et al. Cuidado, auto cuidado e cuidado de si: uma copreensão paradigmática para o cuidado de enfermagem. Rev. Esc. Enferm. USP, 2009, 43(3): 607-703. 3- Guevara, B; Zambrano AG; Evies A. Cosmovisión en el cuidar de si y del outro. Enferm. glob, 2011 Ene, 21(10). 4-Soares RJO; Zeitoune RCG; Lisboa MTL; et al. Fatores facilitadores e impeditivos no cuidar de si para docentes de enfermagem. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2011 Out-Dez, 20(4):758-65. 5- Santos VEP; Radüz V. O cuidar de si na visão de acadêmicas de enfermagem. Rev. Enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2011 jan/mar; 19(1):46-51. 6- Ferreira ES; Souza MB; Souza NVDO; et al. A relevância do cuidado de si para profissionais de enfermagem. Cienc. Cuid. Saúde, 2015 jan/mar; 14(1):978-985.