Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1603


1603

Uso de métodos não farmacológicos utilizados pela enfermagem para redução da dor nos recém-nascidos em situação de UTIN

Autores:
Valéria Alves Barros de Medeiros (valeriamedeirosab@gmail.com) (Centro Universitário Tiradentes) ; Isabelle Nancy dos Santos Bezerra (Centro Universitário Tiradentes) ; Leticia Tereza Alves (Centro Universitário Tiradentes) ; Ana Carla de Oliveira Soares (Centro Universitário Tiradentes)

Resumo:
Resumo: Introdução: A assistência de enfermagem ao recém-nascido (RN) na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) é configurada por intervenções fundamentais a recuperação da saúde dos neonatos, onde são submetidos a inúmeros procedimentos necessários, que envolvem situações dolorosas e estressantes (BIEDA, 2007). Objetivo: Descrever medidas não farmacológicas utilizadas pela enfermagem para redução da dor nos recém-nascidos em UTI neonatal. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo de revisão bibliográfica realizado no período de 10 a 13 de junho de 2017, por meio de artigos científicos, disponíveis nas Revistas de Enfermagem UFPE online e Revista de Enfermagem do Nordeste. Resultados: Apesar da necessidade de realização de procedimentos devem ser adotadas medidas que minimizem as experiências dolorosas. O uso de métodos não farmacológicos constitui um caminho promissor para o controle da dor, medidas ambientais, como a redução da luminosidade; comportamentais, como o contato pele a pele; e ações empáticas e humanizadas, mantendo a família tranquila e atuante nos métodos de cuidado (BUENO, 2007). Conclusão: O uso de métodos para diminuição da dor é importante, não somente devido a aspectos éticos, mas também pelo potencial de consequências negativas que à exposição repetida da dor causa ao recém-nascido. Contribuições para a Enfermagem: Os enfermeiros devido ao fato de permanecerem mais tempo ao lado do paciente que os outros profissionais de saúde, têm a possibilidade de avaliar, planejar e realizar manobras para o alívio da dor, baseadas em evidências cientificas. Descritores:DOR D010146; CUIDADOS DE ENFERMAGEM D009732 Valéria Alves Barros de Medeiros, Graduanda de Enfermagem, Centro Universitário Tiradentes. Email: valeriamedeirosab@gmail.com Isabelle Nancy dos Santos Bezerra, Graduanda de Enfermagem, Centro Universitário Tiradentes. Email: isabelleee1234@hotmail.com Leticia Tereza Alves, Graduanda de Enfermagem, Centro Universitário Tiradentes. Email: leticiatereza@live.com Ana Carla de Oliveira Soares.Mestre em Cuidados Intensivos, Docente em Enfermagem na Saúde da Criança Hospitalizada, Centro Universitário Tiradentes. Email:anacos87@gmail.com


Referências:
BIEDA A. Aplicação de evidência para cuidados neonatais. Nurs Womens Health. 2007. Acesso em: 10 de junho de 2017. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/8528/1/2013_art_fcfontenele.pdf BUENO M, Silva A. Procedimentos dolorosos em recém-nascidos de baixo risco. REME Rev Min Enfermagem. 2007. Acesso em 11 de junho de 2017. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/index.php/rene/article/view/4488/3394