Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1644


1644

CARGA HORÁRIA SEMANAL =40 HORAS DE ENFERMEIROS NO BRASIL: jornada de trabalho que desafia os profissionais e a profissão

Autores:
Andréa Suzana Vieira Costa (asvcosta@yahoo.com.br) (UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO) ; Bruno Luciano Carneiro Alves de Oliveira (UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO)

Resumo:
Introdução: A enfermagem é a profissão mais frequente entre todas as que compõem o mercado de trabalho do setor saúde brasileiro. Mas, os enfermeiros ainda têm carga horária de trabalho semanal excessiva e desproporcional as dos outros profissionais da saúde, o que desafia o exercício dessa profissão. Objetivo: Apresentar a distribuição de enfermeiros inseridos no mercado de trabalho com carga horária semanal =40 horas no trabalho principal segundo as macrorregiões geográficas e o local de público e privado de trabalho no Brasil nos anos de 2002, 2005 e 2009. Métodos: Estudo transversal baseado nos dados on-line das Pesquisas de Assistência Médico-Sanitária realizadas nos anos 2002, 2005 e 2009 pelo IBGE. Neste estudo foram analisados os enfermeiros com carga horária semanal =40 horas no trabalho principal, perfazendo total de 179.337 enfermeiros nos três anos avaliados. Estimaram-se frequências absolutas e as proporções de enfermeiros segundo as regiões geográficas e o local de trabalho, público e privado do país, nos anos de 2002, 2005 e 2009. Para comparar as proporções utilizou-se o teste Qui-quadrado de Pearson (a=5%). Resultados: A enfermagem foi a única das profissões da saúde de nível superior nos três anos avaliados e em todas as regiões do país que apresentou (p


Referências:
LEE S, MCCANN D, MESSENGER JC. Duração do Trabalho em Todo o Mundo: Tendências de jornadas de trabalho, legislação e políticas numa perspectiva global comparada, Secretaria Internacional de Trabalho. Brasília: OIT; 2009. DALRI, Rita de Cássia de Marchi et al. Nurses´ workload and its relation with physiological stress reactions. Revista latino-americana de enfermagem, v. 22, n. 6, p. 959-965, 2014. DE MARCHI BARCELLOS DALRI, Rita de Cássia et al. Carga horária de trabalho dos enfermeiros e sua relação com as reações fisiológicas do estresse. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 22, n. 6, 2014.