Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1668


1668

Avaliação do Sistema Único de Saúde: critérios de origens, valor e fundamento conceitual para a Enfermagem

Autores:
Maria Angelica de Almeida Peres (angelica.ufrj@uol.com.br) (Escola de Enfermagem Anna Nery - Universidade Federal do Rio de Janeiro) ; Wilson Denadai (Universidade Federal do Espírito Santo) ; Ana Paula da Costa Lacerda Brandão (Universidade Estadual de Minas Gerais) ; Marcos Antônio Gomes Brandão (Escola de Enfermagem Anna Nery - Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Resumo:
Introdução: O Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil é comumente abordado como sistema de organização e prestação de cuidados em saúde, porém, também deve ser entendido como modelo conceitual em constante construção histórica. A enfermagem como prática social é corresponsável por explorar aspectos de modelo conceitual do SUS. Objetivo: analisar os critérios de origem do SUS, destacando questões de valor e fundamento conceitual para a disciplina da Enfermagem. Estudo metodológico, aplicou a estratégia de avaliação de modelo de enfermagem (FAWCETT, 2012) no conteúdo do modelo de saúde (SUS. A etapa de explicação das origens do modelo incorporou quatro aspectos: (1) evolução histórica e motivação para proposição; (2) filiação filosófica e estratégias de desenvolvimento do modelo; (3) as influências de outros modelos; (4) a visão de mundo refletida pelo modelo. O material selecionado incluiu artigos científicos e regulamentações sobre o SUS. Resultados: bases históricas na nova saúde pública discutida na 30a Conferência Mundial de Saúde em Genebra em 1977; construção dinâmica em embates contextuais mundiais neoliberais e do estado de bem estar social, motivação derivada do movimento sanitarista de abordagens integrais e de experiências de medicina simplificada, filiação filosófica em sistema de dominância estatal; fundamentos que rompem com meritocracia e responsabilização do indivíduo: saúde como direito total e dever de estado, participação e controle social; desenvolvimento dinâmico e conflituoso influenciado no paralelo com o sistema de dominância de mercado; e visão de mundo predominantemente compatível com a interação recíproca. O uso da estratégia de avaliação de modelo conceitual alcançou o objetivo e incentiva pesquisas de Enfermagem sobre as dimensões teóricas do SUS. Descritores: Sistemas de saúde; enfermagem


Referências:
FAWCETT, J. Contemporary Nursing Knowledge: analysis and evaluation of nursing models and theories. 3 ed. Philadelphia: F.A. Davis Company, 2012.