Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1673


1673

A importância de desenvolver atividades físicas com crianças

Autores:
Natália Ribeiro Batista (nattybatista@hotmail.com) (Faculdade Pan Amazônica - FAPAN) ; Raimundo do Nascimento Branco (Faculdade Pan Amazônica - FAPAN) ; Nancy de Souza Felipe de Nazaré (Universidade da Amazônia - UNAMA) ; Soraia Neves Pimenta (Universidade da Amazônia - UNAMA) ; Luciane Barra Viana (Faculdade Pan Amazônica - FAPAN) ; Nelly Pires Rocha Camacho (Universidade Federal do Pará - UFPA)

Resumo:
Introdução: O exercício físico na infância ajuda na circulação sanguínea e no desenvolvimento do corpo, ele também promove o desenvolvimento motor básico, ajuda na integralidade com as outras crianças e principalmente ajuda as crianças a conhecerem seu corpo e seus limites. " A criança não é uma miniatura de adulto e sua mentalidade não é só quantitativa, mas também qualitativa diferente da do adulto, de modo que a criança não é só menor, mas também bem diferente" (Claparede citado por Weineck, 1991, p.246). o exercício físico na infância também pode prevenir muitas doenças futuras como o diabetes mellilos tipo II, previne doenças cardíacas, doenças cerebrovascular, hipertensão, síndrome metabólica, depressão e obesidade. Objetivo: O objetivo desse projeto foi promover educação em saúde através de atividades educativas de forma a divulgar os benefícios da prática da atividade física como fator essencial na proteção e promoção da saúde. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa e de natureza educativa, do tipo resumo simples. O projeto foi realizado por discentes do curso de bacharelado em enfermagem do 3 e 5 semestre de uma instituição de ensino superior privada, em uma escola estadual na cidade de Belém, Pará. Resultados: As atividades educativas foram desenvolvidas com 43 crianças e seus professores durante o horário letivo. Foram realizadas palestras com slides e Datashow para mostras a importância do exercício na infância e em seguida uma atividade física com todas as crianças de forma a despertar seu interesse pelas práticas de exercícios físicos e do alto cuidado. Conclusão: Durante a aplicação desse projeto podemos perceber que as crianças se mostraram muito interessadas pelas atividades e que os resultados foram muito satisfatórios atingindo assim os objetivos esperados. Também nos foi permitido avaliar o desenvolvimento de cada participante do projeto e seu modo e estilo de vida.


Referências:
SOUZA, P. C. O lúdico e o desenvolvimento infantil. Revista do NUPE (Núcleo de Pesquisas e Extensão) do DEDC I/UNEB. Universidade do Estado da Bahia. vol. 01. n. 01. 2012. Disponível em: www.uneb.br/tarrafa/files/.../O-lúdico-E-o-desenvolvimentoinfantil.pdf. Acesso em: 27 abr. 2017. PERANZONI, V.C. et al. Os jogos, os brinquedos e as brincadeiras: recursos necessários na prática educacional cotidiana. Revista Digital - EFDesportes. Buenos Aires. Ano 18. n. 182 - Julho/2013. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd182/os-jogos-recursos-napratica-educacional.html. Acesso em: 05 Maio. 2017. RESOLUÇÃO COFEN 311/2007. Reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Rio de Janeiro, fev. 2007. Disponível em: . Acesso em 30 abr. 2017. SANTOS, FERNANDA MARSARO DOS. Análise de conteúdo: a visão de Laurence Bardin. Resenha de: [BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011, 229p.] Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, SP: UFSCar, v.6, no. 1, p.383-387, mai. 2012. Disponível em: . Acesso em: 31 mar. 2017.