Imprimir Resumo


Anais :: 69° CBEn • ISSN: 2318-6518
Resumo: 1677


1677

AÇÕES DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE GOIÁS

Autores:
Silvio José de Queiroz (silvio.resgate@gmail.com) (Pontifícia Universidade Católica de Goiás/Conselho Regional de Enfermagem de Goiás) ; Ivete Santos Barreto (Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Goiás/Universo) ; Angela Cristina Bueno Vieira (Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Goiás/Universo) ; Cristiane José Borges (Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Goiás/Universidade Federal de Goiás) ; Lair Ferreira de Oliveira Filho (Universidade de Rio Verde)

Resumo:
Introdução: O projeto de Interiorização das ações do Conselho Regional de Enfermagem do estado de Goiás - Coren Go, iniciou as atividades em 2015, e constitui em um esforço técnico-político de articulação e integração da Gestão com os profissionais enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, que atuam no interior do estado, buscando aproximá-los da Autarquia, através da prestação de serviços e educação continuada. Atualmente o Coren Go conta com 51.472 profissionais inscritos, destes 13.896 são enfermeiros, 32.732 técnicos de enfermagem e 4.844 auxiliares de enfermagem. Objetivos: Relatar a experiência de implantação e acompanhamento das ações do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Goiás no interior do estado. Metodologia: em 2015 através de Portaria do Gabinete da Presidência foram designados quatro enfermeiros para compor o grupo de trabalho, sendo dois conselheiros regionais e dois colaboradores. Após a nomeação um conselheiro realizou visitas, pré agendadas, aos profissionais das cinco macrorregiões do estado para conhecimento e obtenção de subsídios para elaboração do projeto, o qual contemplou ações educação continuada e prestação de serviços finalísticos da Autarquia aos profissionais. Resultados: até o momento foram contemplados 4.458 profissionais nas doze edições já realizadas. As atividades desenvolvidas foram minicursos de atendimento inicial ao politraumatizado, noções básicas de eletrocardiografia, assistência ao parto normal, sistematização da assistência de enfermagem, suporte básico e avançado de vida, tratamento de feridas e palestra sobre dilemas éticos. Em todas as edições foram realizados atendimentos visando a regularidade dos profissionais da região junto ao Conselho de Classe. Conclusões: o projeto tem alcançado excelente aceitação dos profissionais de enfermagem que exercem suas atividades no interior do estado e tem contribuído para aproxima-los do órgão responsável pela fiscalização do exercício profissional. Contribuições ou implicações para a Enfermagem: contribui para o conhecimento técnico e científico dos profissionais. Aproximá-los seu maior órgão representativo e fortalece-los politicamente.


Referências:
CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem e outras providências. Brasília. Disponível em . Acesso em 28/06/2017. CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM (COFEN). Resolução COFEN Nº. 311/2007. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem; 2007. Disponível em < http: // www.portalcofen.gov>. Acesso em 28 de jun de 2016.